Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Textos de apoio das aulas do 8º Ano - VI

Mäyjo, 18.03.09

O QUE A CIDADE TEM PARA OFERECER

Apesar da oferta, muito do que existe na cidade não tem ali a sua origem!

 

Os residentes na cidade e os que a visitam, vindos de outras áreas, procuram satisfazer diferentes necessidades e, por isso, devem ter acesso a produtos e serviços muito variados:

• os bens alimentares que, na sua maior parte, são obtidos da agricultura e da pesca e que são consumidos sem sofrerem qualquer transformação, provêm do sector primário:

Produtos da Terra

— vegetais;

— carne;

— peixe;

— água;

— …

• os produtos fabricados pelas várias indústrias, e que por isso mesmo sofreram transformações mais menos profundas, são provenientes do sector secundário:

— livros;

— aparelhos electrónicos

— pronto-a-vestir;

— …

• o comércio, que põe à disposição da população todos os produtos do sector primário e secundário em vários locais, forma em conjunto com os diversos serviços, o que se chama o sector terciário, constituído por:

— centros comerciais;

— bancos;

— lojas;

— cinemas;

— hospitais;

— escolas;

— …

De uma forma simples, os três sectores podem distinguir-se pela natureza das actividades que os compõem. O sector terciário é o mais característico da cidade, pois é aqui que se concentra a maior diversidade de bens e serviços, mas a maior parte dos produtos, embora oferecidos na cidade, não são produzidos no seu interior, mas sim em áreas que podem ser próximas ou distantes e que têm características muito diferentes:

• áreas litorais;

• áreas rurais;

• áreas industriais ou urbano-industriais, quando se localizam próximo das cidades.

Na medida em que nestas áreas também residem muitas pessoas que se dirigem à cidade para beneficiarem do seu comércio e dos seus serviços, estabelecem-se entre a cidade e cada uma das outras áreas relações de complementaridade.

Relações de complementaridade: trocas entre duas áreas que oferecem bens ou serviços diferentes.